Crítica - Pieces of a Woman


Todos somos diferentes e enfrentamos as coisas e situações de formas diferentes, isso quando enfrentamos. Alguns caem logo na real e encaram a situação enquanto outros caem numa negação completa e não enfrentam a dor.


Pieces of a Woman traz justamente diversas discussões em volta desse assunto. O casal Martha (Vanessa Kirby) e Sean (Shia LaBeouf) estão perto de ter uma criança mas resolvem ter esse parto em casa. Nem tudo vai bem no parto e durante o resto do filme acompanhamos esses personagens e suas formas de encarar uma perda.


Dentre tantos acertos desse filme, para mim, a maior delas é na direção. Kornél Mundruczó, fez questão de nos deixar completamente próximos dos personagens e submergidos no filme. Seus planos longos e planos em sequência serviram ao filme de uma forma espetacular! Durante toda a cena do parto, você sente toda a tensão e ansiedade que aquele momento traz e sente medo até mesmo de piscar e arriscar perder qualquer contração que seja (como homem, me arrepiei diversas vezes só de imaginar a dor de uma mulher dando a luz, tá doido? Certeza que eu morria no meio).


Pedaços de uma mulher, seria a tradução uma interpretação bem próxima e até mesmo fiel para esse filme. A personagem de Vanessa Kirby está mesmo em pedaços e não faz ideia de como coletá-los, na verdade nem mesmo sabe se quer coletá-los. Vemos uma mulher perdida que escolhe se isolar e negar tudo que passou no início do filme e com isso vemos como ela afeta as pessoas ao redor.

O personagem de Shia LaBeouf é uma possível ideia do que seria um "maridão", um cara que trabalha e pensa na família o tempo inteiro, faz questão de estar do lado de sua mulher e leva muito em consideração as opiniões e vontades dela. Mas também passamos e vemos como ele lida com tudo que acontece, mesmo tentando segurar as pontas. A dupla de atores dá um show, estão bem demais! E a Vanessa Kirby me convenceu de verdade que estava tendo um parto, sério!


Filmes de estudo de personagem podem não agradar muito a maioria das pessoas por conter pouca ação, muito diálogo e por ser um filme mais parado que tenta te prender pelo drama e situações. Eu particularmente, gosto muito de filmes desse tipo e simplesmente amei a experiência que Pieces of a Woman me passou. Se você gosta de filmes desse tipo, recomendo fortemente! Caso não goste, se dê a oportunidade de assistir a esse filme e talvez até se surpreender!



Não me surpreenderia se o filme beliscasse algumas indicações para o Oscar em categorias como: melhor atriz, melhor diretor ou melhor fotografia e direção de arte.



Nota: 4 acarajés


Por: Maurício Veloso