Crítica – A Força da Natureza

Quem é idiota o suficiente para roubar uma casa durante uma tempestade? Só a gangue do vilão de David Zayas nesse filme, que tinha tudo para ser bom, mas não foi.


O longa A Força da Natureza, lançamento da Netflix de abril, é mais um filme de ação fracassado. Na minha opinião é um desperdício de cachê. Ele tinha até uma boa cena inicial no primeiro ato, com um suspense mais ou menos bom. Só que do segundo ato em diante a história fica confusa demais.


Somos apresentados primeiro a Cardillo (Emile Hirsch), um policial despreparado que quer e ao mesmo tempo não quer se matar, e a gangue do personagem John The Baptist (David Zayas) que tem uma fissura por quadros e dinheiro. Um homem frio e violento. Depois somos apresentados a uma tempestade, que tem alguma relevância durante o filme e a Ray Barrett personagem de Mel Gibson (Que levou o filme inteiro nas costas).



Durante a tempestade os moradores do prédio de Ray e sua filha Troy Barrett (Kate Bosworth) precisam ser evacuados e dão de cara com John The Baptist, que procura um morador do prédio que possui valiosos quadros e um Tigre. Sim, um Tigre. Nessa brincadeira, Cardillo sempre piora tudo e é preciso ser salvo várias vezes durante a trama com sua parceira Jess Peña (Stephanie Cayo).


O filme é cheio de cenas de ação de baixo custo nos corredores do prédio, idas e vindas e até a história de como o Tigre do filme foi adestrado. Na minha opinião, poderia ter sido melhor, principalmente por ter Mel Gibson no elenco. O filme só ganhará a nota por causa dele e o Tigre.


Se você quiser assistir A Força da Natureza, assista. Só não diga que não avisei.


Nota: 2 acarajés só com salada.


Ficha Técnica:

Título Original: Force of Nature

Duração: 91 minutos

Ano produção: 2020

Estreia: 30 de junho de 2020

Dirigido por: Michael Polish

Classificação: 18 anos

Gênero: Ação, Drama

Países de Origem: 2020

Elenco: Mel Gibson, Kate Bosworth, Emile Hirsch, Stephanie Cayo, David Zayas, Jasper Polish, Will Catlett, Swen Temmel, Tyler Jon Olson, Jorge Luis Ramos