Crítica – Agente Oculto


Um filme que te deixa sem palavras do início ao fim.


O mais novo filme e também mais caro da Netflix estreou no dia 22 de julho e já não agradou boa parte do público.



Nos acompanhamos a história de um ex-agente da CIA que atende pelo condinome de Sierra Six (Ryan Gosling), que é tirado da cadeia e recrutado pelo seu mentor Donald Fitzroy (Billy Bob Thornton). Six tinha como função apagar todos os alvos que lhe forem impostos pela corporação, até quando ele percebe que nem tudo o que ele acredita pode ser verdade e acaba se tornando o alvo.


Sobre o que é esperado de um filme de ação, Agente Oculto consegue servir, muito lisérgico e cenas de ação e explosões extremamente bem feitas, inclusive as coreografias nas cenas de luta são algo que deve se parabenizar. Principalmente Ryan Gosling, Ana de Armas e Chris Evans estão impecáveis no quesito atuação, o que acaba sendo um desperdício de elenco brilhante para um roteiro tão confuso e lento. Uma grande ressalva para Wagner Moura que aparece em uma curta cena do filme e consegue provar mais uma vez sua qualidade como ator e seu trabalho de corpo esta simplesmente incrível.



Porém, como eu já tinha dito anteriormente o roteiro do filme não faz jus ao elenco que tem. Inicialmente parece que vamos ter um filme interessante, mas logo nos primeiros quinze minutos percebemos que a história não anda e acaba na verdade deixando o espectador confuso com a quantidade de personagens novos que são inseridos e não acrescentam nada na narrativa e a história acaba sem chegar de fato a lugar nenhum, junto a isso os plots que a trama apresenta são totalmente previsíveis o que deixa a gente ainda mais decepcionado. É o típico filme que você assiste com o celular na mão vendo a barra de notificações mesmo que esteja zerada.


NOTA: 2 acarajés


Ficha Técnica: Agente Oculto (Original Netflix)

  • Título Original: The Gray Man

  • Duração: 129 minutos

  • Ano produção: 2021

  • Estreia: 22 de julho de 2022

  • Distribuidora: Netflix

  • Dirigido por: Anthony Russo, Joe Russo

  • Orçamento: U$ 200 milhões

  • Classificação: 14 anos

  • Gênero: Ação, Aventura, Suspense

  • Países de Origem: República Tcheca, EUA