Crítica - Boa Sorte, Leo Grande

Toda primeira vez tem uma história…



Após a morte do marido, a professora Nancy Stokes (Emma Thompson) decide que está pronta para uma nova etapa de sua vida e decide que precisa finalmente viver as experiências sexuais que nunca teve. Ao se sentir frustrada por nunca ter experimentado um orgasmo, a mesma acaba por contratar os serviços de um jovem garoto de programa chamado Léo Grande (Daryl McCormack) para viver a tão sonhada experiência que tanto esperou.

Com um ritmo extremamente agradável e uma qualidade incrível de diálogos, Boa Sorte, Leo Grande é uma comédia tão assertiva quanto necessária. A trama conta com uma leveza surpreendente para tratar de assuntos tão sensíveis como insegurança, repressão sexual, relacionamentos familiares e a busca pelos seus desejos mais íntimos.


A produção, apesar de se passar em quase toda sua totalidade num quarto de hotel, tem o roteiro escrito pela comediante Katy Brand e é dirigido por Sophie Hyde. A direção dá um show visual em quesito de enquadramento de câmera e encanta com um uso extremamente hábil do espaço onde a trama se desenrola. É necessário comentar sobre a enorme química dos personagens, embora a performance monstruosa de Emma Thompson toma, quase que por completo, toda a atenção da cena para si, cabe dizer que a atuação de Daryl McCormack é também invejável. O demasiado equilíbrio alcançado para que, mesmo depois de 4 atos, ainda estejamos completamente imergidos na trama é completamente maravilhoso e dispensa elogios. É louvável também a atenção que foi tida com trilha sonora que, além de extremamente agradável, encaixa mais que perfeitamente nos momentos chave.

Com vários diálogos pontualmente cativantes, Boa sorte, Léo Grande consegue não só abranger com leveza tópicos extremamente sensíveis, mas também divertir e encantar com a sua exposição crua e totalmente sincera sobre as verdades não veladas da busca pelo prazer.


Nota: 5 Acarajés Com Bastante Pimenta


Ficha Técnica


Título Original Do Filme: Good Luck To You, Leo Grande

Direção: Sophie Hyde

Roteiro: Katy Brand

Duração: 90 Min

Estreia: 28/07

País: EUA

Gênero: Drama/Comédia

Ano: 2022

Classificação: 16 Anos