Crítica - Caminhos da Memória



Um filme que vai fazer você pensar


Em um futuro distópico vivenciamos a nova ideia de cotidiano, com cenário principal em Miami que se tornou uma cidade submersa e os carros deram espaços para barcos movidos a motor. Além disso, como toda a sociedade precisa de um vício, a Miami futurista, por sua vez, possui um mercado promissor no que podemos chamar de “turismo de memórias”, onde as pessoas pagam para revisitar, de maneira sensorial, o passado guardado em seu cérebro e reviver seus momentos especiais.


O filme nos conta a história de Nick Bannister (Hugh Jackman), um investigador particular que utiliza dos artifícios da tecnologia para realizar seus trabalhos através das lembranças dos seus clientes. Porém a sua vida muda por completo quando conhece uma cliente chamada Mae (Rebecca Ferguson), com a qual ele se envolve romanticamente, só que sem deixar pistas Mae desaparece, instigando Nick a buscar todas as respostas, mesmo que ele só consiga encontrar cada vez mais perguntas.


É notório que o tema central da trama é interessante e tem potencial para atingir alto grau de envolvimento, porém não é isso que acontece. Entre diálogos filosóficos, questionamentos sobre a vida e o que é certo ou errado, o longa não corresponde ao esperado e seu ritmo lento beira à monotonia em conjunto com um roteiro com viradas confusas e o resultado não é dos melhores.


Por outro lado, o filme apresenta uma ideia central interessante e reflexiva, que por mais que tenhamos boas e confortáveis memórias no passado, o melhor é sempre viver o presente para que no futuro o conjunto de doces lembranças seja o maior possível. Além disso as performances de Hugh, Rebecca e da Thandiwe Newton são simplesmente excelentes, um verdadeiro alívio para o expectador.


Por fim, temos uma obra com um resultado mediano e previsível, deixando o expectador que tinha esperanças para um final recompensador, decepcionado.


Nota: 2 acarajés

Duração: 1h 56min

Gênero: Ficção científica, Romance, Suspense

Direção: Lisa Joy

Roteiro: Lisa Joy

Título original: Reminiscence