Crítica - Em Busca de Ohana


(Reprodução - Netflix)

Alguns podem achar que eu estou descrevendo 'Os Goonies', uma clássica aventura infantil de 1985. Mas não dessa vez. Estou falando de um dos mais novos filmes da Netflix: 'Em busca de Ohana'.


É importante que antes de assistir a esse filme você esteja ciente que é um filme completamente voltado ao público infantil. Um daqueles filmes que uma criança senta sozinha ou com os pais para assistir, dar algumas risadas e sentir um pequeno suspense.


Mas mesmo sabendo disso e assistindo esse filme de mente e coração abertos eu não consegui curtir o filme, não consegui entrar na vibe. Principalmente quando ocorre a inevitável comparação com 'Os Goonies' e até com o recente live action da 'Dora Aventureira' que segue a basicamente a mesma ideia.


Em Busca de 'Ohana é a história dos irmãos Ioane (Alex Aiono) e Pili (Kea Peahu) que brigam muito e cujas vidas, certo verão, sofrem uma grande reviravolta, quando encontram um diário que aponta para um tesouro perdido, colocando-os em uma aventura que os levará a se reconectarem com sua herença havaiana há muito esquecida.


Ao ler a própria sinopse e sabendo que o avô da protagonista está doente, tenho certeza que você já imaginou um caminho possível para esse filme. E eu te digo que provavelmente você acertou. O roteiro não traz nada de novo, a direção não se destaca e o filme não justifica as 2 horas que tem.


Restava que o carisma dos atores carregassem o filme para frente. É legal ver um filme protagonizado por uma garota aventureira, mostrando que curiosidade e inteligência não tem idade nem gênero. Mas a Kea Peahu e alguns outros atores em alguns momentos pareciam ter saído diretamente de um ensaio para a gravação de malhação com atuações completamente forçadas e que muitas vezes nos desconecta do filme. Owen Vaccaro que interpreta o Casper tem a melhor das participações e promete nos agraciar com muitas coisas boas ainda.


O que realmente salva o filme são as inúmeras referências ao incrível Keanu Reeves que é destacado com patrimônio histórico no filme. Visitamos também aqui uma paisagem muito conhecida de Jurassic Park e do filme Lost.


Apesar de tudo, tenho certeza que algumas crianças vão se divertir muito assistindo esse filme e no fim é isso que importa, atingir o público alvo (que claramente eu não faço parte).


Recomendo ver esse filme com alguma criança do lado, principalmente se ela estiver muito agitada. Talvez o mistério prenda a atenção dela e você ganhe 2 horas de paz. STONKS.


Nota: 3 Acarajés


Titulo Original: Finding 'Ohana

Diretora: Jude Weng

Ano: 2021 (Mundial)

Elenco: Kea Peahu, Alex Aiono, Owen Vaccaro (olho nesse menino) e Lindsay Watson

Distribuição: Netflix