Crítica - Em Um Bairro de Nova York



Poucos são os filmes capazes de te fazer sentir tantas coisas, mas Em Um Bairro de Nova York, mais novo filme da Warner Bros., com direção de Jon M. Chu (Podres de Ricos), roteiro de Quiara Alegria Hudes e Lin-Manuel Miranda (Hamilton) como compositor da trilha sonora original, não só promete como cumpre essa difícil tarefa, te arrancando do sofá para dançar ao mesmo tempo em que te tira lágrimas em mais de uma ocasião.


Como latinos e latinas (e tudo mais entre os gêneros), é quase irreal ver uma expressão tão realista de nossa realidade (muitas vezes dura, regada à muito trabalho e pouca diversão), nas grandes telas do cinema, bradando com honra e orgulho, acima de tudo, quem somos, o que fazemos e onde queremos chegar.


O longa-musical acompanha a vida de diversos personagens em Washington Heights, sendo o principal deles Usnavi, interpretado por Anthony Ramos, um jovem beirando seus trinta anos que sonha em retornar para República Dominicana, seu lar de origem e local onde seu pai tinha um bar, o qual guarda “os melhores dias da sua vida”, segundo o mesmo, desejando uma vida que seja um pouco mais que trabalho todos os dias.


Daí temos o desenrolar do filme com diversas vertentes do mesmo bairro: a garota prodígio que é a joia dos olhos dos moradores, Nina (Leslie Grace), o jovem que sonha acordado por um mundo melhor para sua comunidade e faz o possível por isso, Sonny (Gragory Diaz IV), manicure e cabelereira do salão mais cotado da área, Vanessa (Melissa Barrera), cujo sonho na verdade é ser estilista e até mesmo a senhora mais simpática de todo o bairro, Abuela Cláudia (Olga Merediz), quem faz das tripas coração por todos e une cada centímetro do local com sua gentileza, doçura, fé e paciência.


Cada pedacinho dos personagens é apaixonante, questões caras à comunidade latino-americana são abordadas como gentrificação, pertencimento, identidade, imigração ilegal e até mesmo discriminação e tudo embalado por musicas bem constituídas, mesclando hip hop, rap, batidas como merengue e reggaeton e vocais de tirar o fôlego.


O enredo não fica atrás, mas também não conjuga nada de extraordinário: é a vida ali estampada, o dia-a-dia de alguém e também seus desenhos e “sueñitos” mais íntimos.


Enfim... Em Um Bairro de Nova York é, sem dúvida, um dos musicais mais interessantes que você pode acrescentar à sua lista, felizmente estreando nos cinemas no dia 17 de junho, definitivamente marcando a história dos longas com as cores, tradições e as bandeiras do povo latino.


Nota: quatro acarajés e um abará.



Ficha Técnica

Título Original: In The Heights

Ano de produção: 2021.

Direção: Jon M. Chu.

Estreia: 17 de junho.

Duração: 142 minutos.

Elenco: Anthony Ramos, Stephanie Beatriz, Dascha Polanco, Corey Hawkins, Leslie Grace, Mara Jacobs, Scott Sanders, Ariana Greenblatt, Ariana S. Gomez, Melissa Barrera, Olga Merediz, Daphne Rubin-Veja, Gregory Diaz IV, Jimmy Smits, Noah Catala, Marc Anthony, Lin-Manuel Miranda.

Classificação: 12 anos

Gênero: Comédia, Drama, Musical.

País de origem: Estados Unidos da América.