Crítica - Love Death And Robots (2ª Temporada)


Se o futuro realmente chegar, com qual futuro imaginativo ele vai se parecer?


O volume 2 da série nos questiona a todo tempo: "Será que o futuro será tão utópico quanto pensamos?" Ao longo de 8 episódios, a nova temporada de Love Death and Robots nos apresenta diferentes óticas narrativas que, por mais que sejam diferentes, não só apontam para a ideia inicial da série (amor, morte e robôs), mas também apontam para narrativas que conversam entre si em temas como sobrevivência, imortalidade e morte, de um meio não tão literal quanto se pensa.


A trama se perpassa ao longo de 8 histórias que, à primeira vista, são quase que completamente diferentes umas das outras e nós convida a matutar sobre o real significado, tanto explicito quanto teórico, de cada uma dessas narrativas, sobre qual é o preço a se pagar pelo que se mais almeja, sobre ser aceito como digno num meio social que é dito como superior ao seu e sobre como viver por mais de 200 anos estando morto por dentro.


O leque de histórias que são contadas nessa temporada são bem diversos e com determinados níveis de profundidade que oscilam dentro do próprio episódio, que vão desde a uma missão em modo stealth, para pegar de surpresa o bom velhinho, até a uma não tão simples corrida sobre uma planície congelada ou, por fim, a uma viagem divagante sobre os pensamentos de um cientista perante a um evento singular e magnífico, que aos pouco sucumbe perante ao tempo.


A segunda temporada de Love Death and Robots é muito mais sobre dar uma aula de narrativa do que pura e simplesmente te encantar com efeitos de CGI extremamente competentes e de altíssima qualidade, visto que não vemos esse tipo de qualidade de animação em qualquer lugar por ai. É de fato notável o jeito que o roteiro nós conduz pra polos extremamente específicos que nós subvertem a diversas sensações em espaços ridículos de tempo.


O volume 2 da série conta com menos episódios que a primeira temporada, o que é de certo modo muito triste devido ao tempo longo de esperar 2 anos pela nova temporada, mas que entrega um conteúdo competente, visto que qualidade é melhor que quantidade. E conta com um elenco com nomes como Michael B. Jordan (Creed) e Eloide Yung (Daredevil).


Embora o produtor Tim Miller, juntamente com David Fincher e Jennifer Miller, tenham se reinventado de certo modo para entregar um produto de mais alta qualidade neste volume, ainda sim é visível o déficit de um “ Zima Blue” nesta temporada. Mas, ainda assim, ela nós deixa ansiosos pelo que vem por aí.


Nota: 4 Acarajés e um bolinho de estudante



Ficha técnica:


Título original do filme: Love Death And Robots Vol. 2

Criação: Tim Miller

Direção: Tim Miller, Meat Dept, Robert Valley, Jennifer Yuh Nelson, Dominique Boidin, Léon Bérelle, Rémy Kozyra, Simmon Ottom, Elliot Dear, Alex Beaty e Maxime Luére

Plataforma: Netflix

Estreia: 14/05/2021

País: EUA

Gênero: Ficção Científica

Ano: 2021

Classificação: 18 anos