Crítica - Stranger Things 4: Parte 2

O final da temporada cumpre o prometido e pode não deixar todo mundo satisfeito com o desfecho


Finalmente chegamos aos dois últimos episódios da temporada e eles juntos totalizam quase quatro horas de conteúdo para desenrolar todos os arcos criados. Com o final da primeira parte não tínhamos certeza que todos os personagens seriam muito bem aproveitados até o final, e muito menos se tudo se encaixaria para fazer um sentido no encerramento da finale.



Mas por incrível que pareça, mais uma vez a fórmula Stranger Things funcionou, obviamente muito mais amadurecida (acompanhando o crescimento dos seus personagens) e logo muito mais intensa também. Finalizamos a primeira parte com a descoberta da identidade de Vecna, que na verdade é o número 001 e também filho de Victor Creel (Robert Englund) e a partir disso começamos a perceber toda a obsessão dele por Eleven (Millie Bobby Brown) e por Hawkins.


Então, os tão esperados oitavo e nono episódios nos apresentam a tão aguardada batalha dos dois mundos e das duas forças sobrenaturais. E assim como prometido pelos Irmãos Duffer, a série teria um grande amadurecimento e com o amadurecimento vem o sofrimento, e eles realmente cumpriram com a palavra.


Os dois últimos episódios foram intensos desde seus primeiros minutos, mostrando a vulnerabilidade de todos os nossos queridos personagens e nos deixando no constante medo de perder a qualquer um deles, ninguém estava imune. Além disso, uma característica deliciosa dessa última parte foi perceber as referências feitas às primeiras temporadas, trazendo o sentimento nostalgia e matando a saudade dos fãs que acompanham a saga desde a primeira temporada.


De um modo geral a série funcionou bem mais do que o esperado, utilizaram-se sim do antigo universo juvenil deles mas também com isso encerraram a ideia de ingenuidade e infantilidade para trazer a nova roupagem adulta e assustadora.

A temporada se encerrou deixando os espectadores dilacerados e desesperados, apenas esperando o que deve nos aguardar para a próxima temporada, ainda sem previsão de estreia.


NOTA: 5 acarajés com pimenta


Ficha Técnica: Stranger Things – 4ª temporada (Original Netflix)

Título Original: Stranger Things

Duração: 785 minutos

Estreia: 27 de maio de 2022

Distribuidora: Netflix

• Dirigido por: Matt Duffer, Ross Duffer, Shawn Levy, Nimród Antal

• Classificação:16 anos

• Gênero: Ficção Científica, Terror, Drama, Fantasia

• Países de Origem: EUA