“Elvis” atinge marca de audiência expressiva no Brasil

Cinebiografia do “Rei do Rock” foi visto por mais de 700 mil pessoas em todo o país


Reprodução (Warner Bros.)

Dirigido por Baz Luhrmann (Moulin Rouge), o longa-metragem que conta a história de Elvis Presley vem ganhando a atenção do público ao redor do mundo, inclusive em salas de cinemas brasileiras. A atuação de Austin Butler como protagonista é um dos principais motivos para que a produção tenha atraído cerca de 760 mil espectadores no Brasil e, assim, arrecadou em torno de R$18 milhões nas bilheterias.


Leia a crítica de "Elvis" clicando AQUI

Além das atuações, outro atrativo que o filme possui é sua fotografia. Mandy Walker cuidou dessa função em parceria com o diretor Luhrmann. Por terem trabalhado juntos em outras produções, como em “Austrália”, Walker conta como foi importante o diálogo entre ela e Baz para gerar algo de destaque: “Ele falava comigo frequentemente sobre a história, sobre a jornada emocional [do cantor], e eu relia o roteiro anotando suas observações sobre o que estava acontecendo com cada personagem na época, ou como ele queria que o público se sentisse ou a emoção retratada em cada cena”. A diretora ainda conta que houve filmagens com até cinco câmeras, ao mesmo tempo, nas cenas de show e esse processo foi importante para que tudo isso pudesse ser demonstrado da melhor forma.


O filme conta da vida e obra de Elvis Presley (Austin Butler), desde o início de sua carreira até os últimos dias de vida, passando pela sua relação com o empresário Tom Parker (Tom Hanks) e Priscilla Presley (Olivia DeJonge). A produção está nos cinemas em todo o Brasil.