Judas e o Messias Negro: Daniel Kaluuya diz: "A maior versão de mim teve que aparecer"


(Divulgação - WarnerMedia)

Ryan Coogler ('Pantera Negra' e' Creed') assumiu seu mais novo projeto cinematográfico em 'Judas e o Messias Negro', longa dirigido por Shaka King com estreia nos cinemas brasileiros prevista para 25 de fevereiro. Protagonizada por Daniel Kaluuya (de "Corra!", "As Viúvas" e "Pantera Negra") e Lakeith Stanfield (de "Corra!", "Atlanta" e " Millennium: A Garota na Teia de Aranha"), a produção retrata o drama biográfico do jovem ativista Fred Hampton, integrante dos Panteras Negras, morto em 1969 com apenas 21 anos.


Na pele de Fred Hampton, Daniel Kaluuya vive o presidente dos Panteras Negras da filial de Illinois, que lutava pela liberdade, o poder de determinar o destino da comunidade negra e o fim da brutalidade policial e do massacre de pessoas negras.


E recentemente em entrevista ao Deadline quando perguntado se esse é o maior papel que ele já fez ou o mais importante, o ator disse o seguinte:


"Sim. 1000%. E estou sendo brutalmente honesto, é um peso enorme, uma grande responsabilidade. E ele é um homem enorme. Suas palavras foram grandes. A maior versão de mim teve que aparecer, para que eu pudesse segurar as palavras da maneira que elas precisavam ou eram justificadas."


O hype para esse filme já é altíssimo e aparenta ser um forte candidato para as premiações, agora com essa afirmação do Kalyuuya, expectativas foram criadas.


Conta pra gente, o que você espera desse filme?