Review: WandaVision - Episódios 1 e 2

Atualizado: 27 de mar. de 2021



Após os eventos de Vingadores: Ultimato todos nós ficamos com vontade de saber o que a Marvel faria e teria em mente para os próximos anos da franquia. E o começo dessa nova fase/era do UCM vem justamente com um casal improvável e incomum porém, muito simpático.


Os dois primeiros episódios de WandaVision já estão disponíveis na Disney+ e aqui você vai ler um pouco do que achei desses primeiros episódios e toda sexta-feira estarei aqui de volta falando de um novo episódio.


A primeira série do Universitário Cinematográfico da Marvel já vinha prometendo ser um tanto confusa ou diferente nos seus materiais promocionais. Sem entregar muito da trama, nos era mostrado Wanda e Visão como um casal comum em diversos momentos.


E no primeiro episódio é justamente isso que nos é entregue, WandaVision se passa como que numa espécie de Sitcom antiga com direito a clack (aquelas risadas de fundo em momentos 'engraçados'), um formato 4:3, um filtro preto e branco, como se estivéssemos assistindo a série por uma TV antiga, e diálogos simples de uma série de comédia comum que tenta nos fazer rir a qualquer custo. E essa estética e abordagem trouxeram uma certa sensação de leveza para os primeiros episódios. Ver os dois vivendo a vida como casal pacato e comum foi estranho, divertido e intrigante na mesma medida.


E essa sensação de estranheza não fica só com quem assiste. Durante o episódio, que tem como trama central um jantar que Wanda e Visão vão proporcionar para um casal, diversas perguntas são feitas e poucas são respondidas. Dando a entender que realmente tem algo estranho acontecendo por ali.


Durante o episódio, nos são mostradas algumas pequenas referências e frases que tiradas do contexto podem querer dizer muitas coisas. Sem contar que, um nome muito conhecido por nós vem a ser citado.


Após isso, o segundo episódio segue a mesma linha de uma sitcom contando a simples história de vida de um casal, que nesse episódio se prepara para um show de talentos. Os dois se preparam para apresentar um truque de mágica e mais uma vez durante o episódio temos alguns momentos de estranheza onde claramente algo está fora do lugar e não faz sentido.




Até então, o melhor dessa série é ver como Elizabeth Olsen e Paul Bettany tem uma química incrível em tela e essa química do casal é tão bem entregue que até mesmo diálogos que

poderiam ser considerados "forçados" funcionam muito bem aqui. Destaque para a Elizabeth que em determinados momentos muda completamente o tom da cena apenas com seu olhar e uso ou não do sorriso.


A direção funciona muito bem e os roteiros dos episódios são simples com pitadas de segredo e mistério. Mas, são com certeza muito divertidos.


Sempre falamos aqui que o gênero de herói precisa se renovar, trazendo coisas novas e diferentes. E esse início promissor de WandaVision, balanceando bem gêneros tão diferentes, nos deixa ainda mais esperançosos e com altas expectativas para o futuro da Marvel tanto nas séries quanto nos filmes.


Nota: 4 acarajés para ambos episódios


Conta pra gente, o que você achou desses primeiros episódios de WandaVision? Ansiosos pelos próximos? Eu particularmente não vejo a hora de ver como essa série vai se ligar com o segundo filme do Dr. Estranho.


Até sexta que vem!