The Witcher, da Netflix, seleciona sete atores para personagens-chave da série

Após grande especulação por parte da mídia e da internet, a Netflix confirma sete adições vitais na série The Witcher (2019), produção inspirada nos livros de Andrzej Sapkowski.


Adjoa Andoh (Bridgerton, Fratura) interpretará Nenneke, a sacerdotisa líder do Templo de Melitele; Cassie Clare (À Prova de Balar 2) no papel de Philippa Eilhart, uma das conselheiras no reino de Redania e líder do Conselho das Feiticeiras; Liz Carr (The OA, Abnormally Funny People) no papel de Fenn, sócio de Codringher, que por sua vez será interpretado por Simon Callow (Quatro Casamentos e Um Funeral, Outlander), na empresa Dorian; Graham McTavish (Outlander, O Hobbit) interpretará Dijkstra, espião e chefe das forças especiais do reino de Redania.


Kevin Doyle (Downton Abbey) e Chris Fulton (Bridgerton) também estarão no elenco como Ba’lian, um personagem inédito na série e Rierce, o mago encarregado de encontrar Cirilla após o massacre de Cintra, respetivamente.


Outros atores e atrizes previamente divulgados para a segunda temporada são Yasen Atour (A Última Missão) como Coen, Agnes Born (Monster) como Vereena, Paul Bullion (Peaky Blinders) como Lambert e Basil Eidenbenz (Athena) como Eskel.


A segunda temporada irá seguir com Gerald de Rivia (Henry Cavill) convencido que a vida de Yennefer (Anya Chalotra) foi perdida na Batalha de Sodden (como vemos nos episódios finais). Assim, o único objetivo de Gerald se torna proteger a princesa Cirilla (Freya Allan) a qualquer custo, a levando para Kaer Morhen, sua casa na infância. Porém, com reis, elfos, humanos e demónios batalham pela supremacia atrás das muralhas, o bruxo deve proteger Cirilla de algo ainda mais perigoso: seu próprio poder.